sábado, 27 de dezembro de 2008

BREVÍSSIMO DIÁRIO DE BORDO(de navio, entre Lisboa e o Rio de Janeiro)Dia 2 Dez. 2008: Descendo o Tejo

Deixo de ouvir as gaivotas, as palavras enoveladas na garganta saem-me pelos olhos, o navio desce o rio, as luzes de Lisboa apagam-se. Meu coração sobressalta-se ao dar-se de repente conta que me afasto de pessoas queridas.

4 comentários:

victor disse...

Bela viagem você deve ter feito. Bom que já está entre nós. Obrigado por seu comentário em meu Blog. Um grande abraço e feliz 2009.

luhk disse...

andando pelo mundo...hmmmm

um esplêndido 2009, com saúde. prosperidade, realizações

abração luhk

luhk.zeller@gmail.com

luhk disse...

andando pelo mundo.....mhhh

um esplêndido 2009, saúde, prosperidade, realizações

abração luhk

luhk.zeller@gmail.com

Rosangela disse...

Meus olhos se embaçavam, minha voz se calava, meu corpo todo chorava, enquanto as luzes de Lisboa, aos poucos, sumiam no horizonte.
O teu abraço foi o maior conforto naquele momento.